Download Joomla by iPage

Histórico

Publicado: Segunda, 18 Agosto 2014

 

A COMSAÚDE (Comunidade de Saúde, Desenvolvimento e Educação) é uma Organização não-governamental, filantrópica,fundada em 10 de junho de 1969. Atua através de quatro Setores: Saúde, Educação, Comunicação e Cultura e Desenvolvimento Comunitário. Cada setor abriga diferentes serviços, que por sua vez desenvolvem as atividades específicas.

 

A entidade foi criada por um grupo de profissionais da área de saúde que, em 1968, veio trabalhar em um recém construído hospital do Estado: Unidade Mista de Saúde de Porto Nacional. Este grupo sentiu necessidade de ter um trabalho mais amplo de promoção humana e passou a atuar em programas de combate às verminoses, recuperação nutricional, melhoria de habitação, cursos profissionalizantes, educação pré-escolar, estímulo ao artesanato e comunicação popular. Aos poucos outros profissionais aderiram ao grupo inicial, como educadores, assistente social, agrônomo, além de pessoas da comunidade que passaram a fazer parte do quadro de sócios da COMSAÚDE. Como resultado deste trabalho, organizaram-se os primeiros Centros Comunitários nos bairros periféricos, Associação dos Artesões e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. 

 

Na avaliação realizada nos seus 30 anos de existência, a entidade definiu sua Missão como sendo: “contribuir com a articulação dos movimentos sociais que promovam a transformação da sociedade mediante projetos, ações e lutas que concretizem um novo modelo de sociedade, justa, democrática e solidária.”

 

Atualmente a COMSAÚDE executa diversos Serviços e Projetos de ação no município de Porto Nacional e Palmas, TO.  É membro da ABONG – Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais. Nos seus 48 anos de história contou com apoio e parceiros de diferentes organizações governamentais, não-governamentais, eclesiais, do Brasil e também de outros países. A organização, competência e transparência fazem da COMSAÚDE uma entidade séria, comprometida com a sociedade, em especial com os grupos excluídos e menos favorecidos.

Acessos: 1684